As aventuras de uma balzac teenager

Sinta-se em casa!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Eu, eu mesma e Daniela.

Oi povo! Como andam as coisas por aí?
Eu tô na correria, como sempre, mas nem posso reclamar. Parece que a cada dia chego mais perto de quem eu fui um dia. Ou não.
Dramático? Pode parecer. E deve ser mesmo.
Há um ano eu vivia pelos cantos, evitando espelhos e tentando me achar no meio de tanta coisa ruim.
Hoje, tento me achar no meio de tudo que deixei pra trás. Mas parece que aquela Daniela morreu. Tem uma nova aqui, com a qual eu ainda não me acostumei.
Mas parece que ainda it's a long way home, como diz a música que dá nome a este blog...
Enquanto isso, vou tentando... Tentativa, erro, tentativa, erro, tentativa e acerto...
O mais esquisito é se enxergar completamente sozinha nessa busca. E talvez tenha que ser assim mesmo.
Ontem o Danilo ficou bravo comigo e disse: "Eu quero que você fique careca de novo".
Ele, o menino mais amável do mundo, que vive me beijando, no alto de seus 4 anos de idade, conseguiu ser assim, cruel. Sem perceber. E eu fiquei pensando nisso um bom tempo.
Eu não quero ficar careca de novo. E sei que ele também não quer isso. Mas, de repente, aquela mulher careca e indefesa era a mãe dele mesmo, antes de morrer pra nascer outra pessoa. E talvez ele também não esteja acostumado a essa nova Daniela.
Bom, amanhã tem mais uma quimioterapia (Herceptin), preu não esquecer de toda aquela merda...
E assim, entre antigas novidades e novas antiguidades, lá vou eu... Pra algum lugar...
Bizussssssssssssssssssssssssssssss

4 comentários:

Cristina disse...

Daniela
Tenho me sentido assim, não sou mais a Cristina de antes, mas tb ainda não sei quem sou, muita mudança...Vamos tocando e boa sorte para vc amanhã com o herceptin. Ah! E sua mãe? Espero que esteja bem. Bjsssss

Anônimo disse...

Oi Dani! adoro os teus textos. Me fazem pensar...
Sabes, eu que estou no meio do tratamento já percebo algumas mudanças. SEi que deve ser cedo, mas ainda não sei se gosto ou não da minha nova eu.Bj. Cris

Marina disse...

Olá! Te achei nesse mundo dos blogs através de outros blogs...:) Estou no meio do tratamento (isso pq nem conto o tempooo do Herceptin, se não eu surto ainda mais). Adorei seus textos! Muitos beijos!

Amanda P. A. Almeida disse...

É assim mesmo... a cada dia a gente vai se redescobrindo. Também passei a ser uma nova Amanda, mas ainda estou aprendendo a me conhecer novamente. Uma loucura tudo isso, não? Só quem passa, entende do que estamos falando....
Beijos e fique com Deus.