As aventuras de uma balzac teenager

Sinta-se em casa!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Último dia do meu inferno astral.

Amanhã, 23 de julho, faço 36 anos.
Juro que ainda me sinto com 15, mas o tempo é implacável.Hehehe
Durante muitos anos não comemorei a data como deveria, depois que minha vó morreu. Era ela que sempre me dava o primeiro parabéns, o buquê gigante de rosas e mais um parabéns às 10h20, hora em que nasci. Pra ela, meu aniversário era feriado nacional. Vai ver que era assim porque eu nasci no mesmo dia que meu vô, o grande amor da vida dela. E esse amor acabou respingando em mim, na estrelinha dourada dela.
Depois que o Danilo nasceu, parei de deprimir no meu aniversário. Filho muda tudo. Fiquei com a sensação de que deveria comemorar o dia em que nasci, porque tinha exata noção de como é importante o nascimento de um filho pra uma mãe.
Agora, depois do câncer de mama, tenho mais motivos ainda pra comemorar.
Mais um ano de vida.
Mais um ano de desafios.
Mais um ano de alegrias.
Mais um ano de tudo um pouco.
E é isso...
Rá Tim Bum!
Bizusssssssssssssssssssssssss

Um comentário:

Tati disse...

aeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
comemoracao começa hj...
VIVAAAAAAAAAAAAA
Amanha venho te deixar um beijo mais gostosoooooo que hjjjjjj
beijos danizinhaaaaa